NOTÍCIAS  /  NOTÍCIAS  /  Águia-imperial “ganha” ninhos prontos a estrear
NOTÍCIAS
Águia-imperial “ganha” ninhos prontos a estrear
2018-07-03

O LIFE Imperial disponibilizou, no 1º semestre de 2018, mais dois ninhos artificiais que se somam aos dois já existentes, contribuindo para aumentar a disponibilidade de locais para a nidificação da águia-imperial em Portugal.

Desde o início do Projeto LIFE Imperial que foram implementadas quatro plataformas artificiais e se procedeu à manutenção de outras três plataformas colocadas anteriormente, tendo assim sido dado um contributo para melhorar e aumentar os locais de nidificação disponíveis para a águia-imperial-ibérica nas ZPE de Castro Verde, Vale do Guadiana e Mourão/Moura/Barrancos.
Até à próxima época reprodutora, a equipa do Projeto planeia implementar mais 7 plataformas, alargando estas intervenções também à ZPE do Tejo Internacional, Erges e Pônsul.


A ausência de locais adequados para a construção dos ninhos, nomeadamente de árvores de grande porte e/ou de bosques maduros, dificultam muito o estabelecimento e nidificação da espécie em Portugal: por um lado, a escassez de árvores de grande porte leva a que as aves selecionem árvores com menor capacidade para suster um ninho pesado e de grandes dimensões, levando à sua queda parcial ou total; por outro, o facto de muitas aves nidificantes em Portugal serem ainda imaturas e pouco experientes, contribui também para a seleção menos adequada de árvores e para a instabilidade e queda dos ninhos.


Deste modo, a aplicação de medidas destinadas a minimizar as possibilidades de queda dos ninhos ou a construção de ninhos novos que mantenham os casais fixos aos territórios originais revelam-se técnicas de baixo custo eficazes para diminuir o risco de colapso dos ninhos e garantir a viabilidade da reprodução de vários casais, aumentando a produtividade da população total. Também a disposição estratégica de ninhos artificiais em árvores e locais adequados de forma a auxiliar os novos casais na nidificação e a fomentar o seu estabelecimento em zonas mais protegidas, funciona como medida de apoio à recolonização natural da espécie em territórios ainda desocupados.


Saiba AQUI tudo sobre a ameaça que a perda e degradação do habitat representam para a conservação da águia-imperial.

Colocação de plataforma artificial de nidificação para águia-imperial